Série B: Bahia encara Oeste para tentar voltar ao G-4

Série B: Bahia encara Oeste para tentar voltar ao G-4

0

Para os que gostam de fazer contas, o Bahia está a 15 pontos do retorno à Série A. Para subir sem depender de outros resultados, a pontuação ‘chave’, segundo o departamento de estatística da  UFMG, é de 64 pontos, e o Esquadrão chegou nesta 32ª rodada aos 49.

Restando apenas três jogos em casa e quatro fora,  o Tricolor precisaria obrigatoriamente vencer um dos jogos  que terá como visitante. E uma oportunidade melhor do que a deste sábado, 22, às 15h20, diante do Oeste, na Arena Barueri, dificilmente surgirá.

Para começar, o duelo não acontecerá tão fora de casa assim. No que depender da empolgação da torcida do Bahia na Grande São Paulo e da média de público do Oeste, de apenas 1,4 mil pagantes por jogo, a galera tricolor deve ser maioria em Barueri.

A Bahêa-Sampa, embaixada de torcedores que moram na capital paulista, projeta até 2 mil tricolores no estádio. Ela, sozinha, fretou dois ônibus de 46 pessoas em cada.

O técnico Guto Ferreira, porém, não acredita que o campo será tão neutro assim: “Em relação à torcida, tudo bem, vou encarar como neutro. Agora, quantos jogos fez o Oeste na Arena Barueri? Então não é neutro. A rotina do piso, temperatura, pontos de referência, tudo isso é em favor deles, não da gente”.

Oeste em momento ruim

Apesar da fama que conquistou o treinador Fernando Diniz – vice-campeão paulista pelo Audax –, o Oeste briga neste sábado para não cair e passa por um momento de crise que parece sem fim: já são dez jogos desde o último triunfo, sobre o Paysandu, há quase dois meses.

Nesta sequência, o time acumulou seis derrotas. Nas duas últimas partidas, contra Ceará, em casa, e Sampaio Corrêa, fora, ficou no empate. O Oeste é o segundo pior mandante, com apenas quatro triunfos.

Apesar do momento terrível do adversário, Guto rasga elogios ao técnico: “Fernando Diniz é um grande treinador, estrategista, possui trabalho de vanguarda. O modelo de jogo que ele adota, de domínio da bola, cria inúmeras dificuldades. Treinamos algumas estratégias de jogo. Temos que ter fé, confiar que a gente pode, sim, triunfar em São Paulo”.

Para completar,  o estádio em Barueri é bastante familiar ao Esquadrão, que inclusive já mandou um jogo por lá, em 2014, contra o Fluminense, pela Série A, durante o período em que a Fonte Nova e Pituaçu ficaram reservados para a Copa do Mundo.

O retrospecto por lá é apenas mediano: são dois triunfos (Figueirense 0x2  Bahia pela Série A 2014 e Palmeiras 0x2 Bahia pela Série A 2012) e duas derrotas (1×0 para o Fluminense, na partida já citada, e Grêmio Barueri 3×2 Bahia pela Série B 2008).

O Tricolor está há cinco partidas sem vencer fora de casa. A última vez foi sobre o Avaí, por 3 a 0, há dois meses. Um triunfo neste sábado seria apenas o terceiro do Esquadrão como visitante na Série B.

Oeste x Bahia – 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B  

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Quando: sábado, 22, às 15h20

Árbitro: Rodrigo Alonso Ferreira

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Johnny Barros de Oliveira (trio de Santa Catarina)

Oeste - Felipe Alves, Betinho, Bruno Silva e Velicka (Luis Felipe); Danielzinho, Rodolfo, Daniel Simões e Léo Artur; Marquinho, Mike e Crysan. Técnico: Fernando Diniz.

Bahia - Muriel, Eduardo, Tiago, Jackson e Tinga; Luiz Antônio, Juninho e Renato Cajá; Wesley Natã, Victor Rangel e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira. Fonte: A Tarde

Sem cometários