‘Se o Temer tivesse me ouvido, ele não tinha dado o golpe’,...

‘Se o Temer tivesse me ouvido, ele não tinha dado o golpe’, diz Lula

0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) revelou nesta sexta-feira, 28, que conversou com o presidente Michel Temer (PMDB) antes do processo de impeachment e que pediu para que ele não deixasse Dilma Rousseff (PT) ser tirada do poder durante a discussão do impedimento no Congresso. “Se o Temer tivesse me ouvido, ele não tinha dado o golpe”, afirmou Lula em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre (RS). O petista não disse, no entanto, em que data conversou com Temer para tentar evitar o impeachment. “Eu conversei muito com o Temer, eu disse que ele não podia rasgar a biografia dele como constitucionalista. Mas, lamentavelmente, eu acho que ele não me ouviu e tomou a decisão que tomou. E eu acho muito ruim para o Brasil”, afirmou o petista. Lula disse que não adianta Temer dizer agora que o impeachment foi feito pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Lava Jato.

ANUNCIO-PARA-O-SITE
PUBLICIDADE

Em recente entrevista, Temer foi questionado sobre o papel de Cunha no impedimento de Dilma e disse que os dois teriam conversado a respeito do encaminhamento na Câmara – e que Cunha dizia que arquivaria os pedidos se tivesse os votos do PT no Conselho de Ética, o que não aconteceu. “O PT tinha que votar contra o Eduardo Cunha mesmo. O problema é que o Temer é um jurista e ele sabia que era um golpe”, afirmou Lula.

Sem cometários