Romário tem melhor votação da história para senador no Rio

0
510

Uma das principais conquistas da democracia é o fato de qualquer um, desde que preencha os requisitos necessários, poder disputar um cargo eletivo. Entre essas pessoas, estão, claro, aquelas que construíram fama dentro do mundo esportivo – e algumas delas foram bem sucedidas na eleição deste domingo.

Romário (PSB) é o melhor exemplo disso: o ex-atacante foi eleito senador do Rio de Janeiro com mais de 4,6 milhões de votos (maior votação para o cargo na história do estado) nas eleições realizadas neste domingo. O Baixinho – que vai substituir Francisco Dornelles – obteve 60% dos votos do eleitorado fluminense e superou por uma diferença superior a três vezes o número de votos conquistados por César Maia (DEM), três vezes prefeito do Rio e que atualmente é vereador.

Se, por um lado, Romário está em franca ascensão no mundo da política, outro ex-ídolo vascaíno fracassou no pleito deste domingo: o também ex-atacante Roberto Dinamite, atual presidente do clube cruzmaltino, não conseguiu engatar seu sexto mandato consecutivo como deputado estadual do Rio de Janeiro (o dirigente foi eleito para o cargo pela primeira vez em 1994).

Além de Romário, quem também foi bem sucedido na briga pelo Senado foi o ex-presidente do Santa Cruz, Fernando Bezerra de Coelho (PSB), que, embora tenha conquistado menos votos que o Baixinho – cerca de 2,5 milhões -, teve desempenho proporcionalmente semelhante, com 63% dos votos em Pernambuco.

Ex-presidentes de clubes, aliás, tiveram pouco do que reclamar neste domingo. Andrés Sanchez, que dirigiu o Corinthians entre 2007 e 2011, foi eleito deputado federal pelo PT. No Ceará, os mandatários dos dois maiores clubes do estado foram bem sucedidos: Evandro Leitão, presidente do Ceará, e Osmar Baquit, do Fortaleza, foram eleitos para a Assembleia Legislativa.

Entretanto, um cartola a registrar um fracasso neste domingo foi o presidente do Cruzeiro, Gilvan Pinho Tavares, que buscava se tornar deputado estadual pelo PV, assim como o ex-presidente do Grêmio, Paulo Odone.

Outros ‘esportistas’ que conseguiram se eleger foram os ex-atacantes Bebeto e Jardel e o ex-goleiro Danrlei. Entre os que não obtiveram êxito, estão o ex-boxeador Popó, a ex-jogadora de vôlei Leila, o ex-atacante Paulo Rink e o ex-goleiro Raul Plasmann.

Veja abaixo quem foi candidato, quem se elegeu (em negrito) e em quais cargos concorreram:

BAHIA
Acelino Popó Freitas, ex-campeão mundial de boxe, deputado federal
Bobô, ex-jogador do Bahia (deputado estadual)

CEARÁ
Evandro Leitão, presidente do Ceará (deputado estadual)
Osmar Baquit, presidente do Fortaleza (deputado estadual)

DISTRITO FEDERAL
Leila, ex-jogadora de vôlei (deputada distrital)

ESPÍRITO SANTO
Carina Damm, lutadora de MMA (deputada federal)
Fabio Luiz, prata no vôlei de praia em Pequim-2008 (deputado estadual)
Neymara Carvalho, ex-campeã mundial de bodyboard (deputado estadual)

GOIÁS
Esquerdinha, massagista do Aparecidense que salvou um gol em cima da linha (deputado estadual)

MINAS GERAIS
Gilvan Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro (deputado estadual)
Giovane Gávio, campeão olímpico de vôlei (deputado federal)
Gustavo Perrella, ex-diretor de futebol do Cruzeiro (deputado federal)
João Leite, ex-jogador do Atlético (deputado estadual)
Marques, ex-atacante do Atlético (deputado estadual)
Raul Plassmann, ex-jogador de Cruzeiro e Flamengo (deputado federal)
Reinaldo, ex-jogador do Atlético-MG (deputado federal)

PARÁ
Zé Augusto, ex-jogador do Paysandu (deputado estadual)

PARANÁ
Evandro Rogério Roman, ex-árbitro (deputado federal)
Paulo Rink, ex-jogador do Atlético-PR (deputado federal)

PERNAMBUCO
Fernando Bezerra de Coelho, ex-presidente do Santa Cruz (senador)

RIO DE JANEIRO
Bebeto, tetracampeão mundial (deputado estadual)
Deley, ex-jogador do Fluminense (deputado federal)

Radamés Lattari, ex-técnico de vôlei (deputado federal)
Roberto Dinamite, presidente do Vasco (deputado estadual)
Romário, tetracampeão mundial (senador)

RIO GRANDE DO SUL
Danrlei, ex-jogador do Grêmio (deputado federal)
Dinho, ex-jogador do Grêmio (deputado estadual)
Jardel, ex-jogador do Grêmio (deputado estadual)
João Derly, ex-campeão mundial de judô (deputado federal)

Mazaropi, ex-jogador de Grêmio e Vasco (deputado estadual)
Paulo Odone, ex-presidente do Grêmio (deputado estadual)
Sandro Sotilli, ex-jogador de Inter e Juventude (deputado estadual)
Tarciso Flecha Negra, ex-jogador do Grêmio (deputado estadual)
Washington, ex-jogador de Atlético-PR e Fluminense (deputado federal)

SÃO PAULO
Ademir da Guia, ex-jogador do Palmeiras (deputado estadual)
Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians (deputado federal)
Dinei, ex-jogador do Corinthians (deputado federal)
Marcelinho Carioca, ex-jogador do Corinthians (deputado estadual)

Fonte:  O Globo

Foto: Divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here