Polícia prende maníaco que invadia mansões na Barra, roubava e estuprava as moradoras.

0
483
Polícia civil prende maníaco que invadia mansões em condomínios de luxo na Barra da Tijuca

O indivíduo roubava e estuprava as moradoras
Foi preso nesta sexta-feira, dia 19 de agosto, pela Polícia Civil do Rio de Janeiro em trabalho integrado com a Polícia Civil do Estado da Bahia, Raimundo Linhares Gomes, de 34 anos de idade. Ele era apontado como autor de diversos roubos a residências e estupros em condomínios de luxo na Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, zona Oeste do Rio de Janeiro, bem como na região dos Lagos.

Segundo o delegado de Polícia Marcus Vinícius da 16ª Delegacia de Polícia – Barra da Tijuca, as investigações realizadas em conjunto com a 118ª Delegacia de Polícia – Araruama denunciaram que o autor agia em diversas regiões do estado do Rio de Janeiro. Na região da Barra da Tijuca, ele invadia mansões entrando pelas matas ao fundo dos em condomínios de luxo, amarrava os moradores e estuprava as mulheres na frente dos familiares, demonstrando um comportamento frio e repugnante.

De acordo com a 16ª DP, em três dias foram contabilizadas nove vítimas de roubo e quatro mulheres vítimas de estupro. O Delegado Marcus Vinícius destaca que “a prisão de Raimundo é de grande importância para a Polícia Civil, pois eventuais vítimas se sentirão encorajadas a comparecerem à delegacia e denunciarem os crimes sofridos”.

A prisão de Raimundo foi possível após um trabalho de monitoramento realizado pela agência de inteligência da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro que localizou o criminoso em São Paulo, após ele ter fugido do RJ. De São Paulo, ele embarcou em um ônibus, acompanhado da mulher e filho, com destino para Alagoas.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou o trajeto do ônibus, contatou a Polícia Civil da Bahia que interceptou o autor em uma parada na cidade de Vitória da Conquista, realizando sua prisão. Com o autor, a Polícia Civil baiana encontrou um revólver calibre .38, munições e parte das joias roubadas das vítimas. Raimundo, para não ser descoberto, estava usando a identidade do cunhado que também foi apreendida pelos policiais.

A Polícia Civil pede a eventuais vítimas que procurem a delegacia e denunciem o crime sofrido ou entre em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones  (21) 2334-8823, (21) 2334-8835 e pelo chathttps://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br/.

 

Fonte: Jornal do Brasil
Foto: Divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here