Pitbull mata criança de 1 ano “Ela deixou um pão cair no chão e, quando foi se abaixar pra pegar, o cão avançou

0
264

Uma criança de um ano e oito meses de idade morreu, na noite da última quarta-feira (1º), após ser atacada por um pitbull em um bairro da zona norte de Manaus. O animal de sete anos pertencia ao tio da criança e foi morto por parentes e vizinhos na tentativa de salvar o garoto.

Segundo familiares, por volta das 20h30, a estudante Andreza Brasileiro Caetano, 20 anos, estava brincando com o filho na parte da frente da casa da família, localizada no bairro Cidade Nova. Nessa hora, o pitbull Toró estava solto no quintal.

dsc0479

“Ela deixou um pão cair no chão e, quando foi se abaixar pra pegar, o cão avançou e pegou no pescoço e na cabeça da criança”, relatou o professor Amarildo Santiago, 49 anos, tio da mãe da criança.

Para tentar socorrer o menino Pedro Augusto Brasileiro, foi preciso que o tio da criança esfaqueasse e desse pauladas no animal. Depois de soltar a criança Toró ainda mordeu a mão e a região do peito da mãe do garoto, antes de morrer.

Pedro Augusto foi levado pela própria família para o Pronto Socorro da Criança, na zona leste de Manaus, mas chegou ao local sem vida.

Na manhã desta quinta, no velório da criança, parentes e vizinhos estavam extremamente consternados e abalados com o ocorrido.

Animal preso
Segundo vizinhos, que não quiseram se identificar, o cachorro era criado preso no fundo do quintal. “Lembro dele passeando com o dono somente quando era filhote. Depois de grande, nunca víamos o animal”, disse uma vizinha. Outros moradores também afirmaram que o animal não costumava sair da casa.

O diretor do Clube do Pitbull Manaus, Abi Rabelo Júnior, 35 anos, foi à casa da família, nesta manhã, para descobrir o que aconteceu e também para se solidarizar com os parentes da criança.

“Os parentes me disseram que o animal não constumava sair, era mantido preso. O que as pessoas têm que entender é que o pitbull é uma raça que precisa de atividade física para queimar energia. Pegar um animal desse e jogar no fundo de um quintal é irresponsabilidade. Nós lamentamos o fato, mas não podemos endemoniar o cão. Ele é irracional”, alertou Rabelo Jr.

Foto: Márcio Azevedo / Fonte: Terra

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here