Pastor sai ileso após carro ser arrastado por um trem e diz que foi um “livramento do senhor”

0
253

Empresa responsável pela ferrovia garante que no local há uma placa indicando a parada obrigatória para motoristas

Um pastor evangélico saiu ileso de uma batida com um trem na Vila Catiboaba, região do município de Brumado, no sudoeste da Bahia. O acidente aconteceu na madrugada desta segunda-feira (12). João Cláudio Souza afirma que estava voltando de um culto e quando tentou atravessar a linha férrea, foi arrastado por cerca de 50 metros. Segundo ele, não havia sinalização no local. “Não sou da região, sou novo na Bahia, moro em São Timoteio, distrito de Livramento de Nossa Senhora. Estava voltando de Rio do Antônio e, como era noite e não tem nenhuma placa indicando linha férrea, entrei para fazer a rotatória e o trem me pegou”, relatou.

Entretanto, a Ferrovia Centro-Atlântica, responsável pela administração do transporte, garante que no local há uma placa indicando a parada obrigatória para motoristas. Ainda segundo a empresa, o trem transportava 36 vagões, que estavam vazios. A empresa informou também que o “maquinista do trem executou todos os procedimentos recomendados ao aproximar do cruzamento, acionando a buzina e os faróis da locomotiva para alertar sobre a passagem da composição”.acidente-Brumado

A Ferrovia Centro-Atlântica aproveitou para defender o maquinista informando que ele acionou os freios de emergência. “Ao avistar o carro na linha férrea, o profissional acionou os freios de emergência, mas não houve tempo hábil para parar. Devido ao seu peso, após acionamento dos freios, um trem pode percorrer até um quilômetro antes de parar completamente”, disse.

O carro em que o pastor estava ficou completamente destruído. Para João Cláudio, ter saído vivo do acidente foi um “livramento do senhor”. “Foi muito rápido. No momento do acidente, só ouvi o barulho da batida e a lataria do carro veio para cima de mim. Foi aí que eu clamei pelo senhor Jesus e o trem parou. Por glória de Deus estou intacto, só cortei o dedo. Tive um grande livramento do senhor”, conta.

Fotos: Divulgação/Polícia Militar

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here