Palácio do Planalto abre licitação para ter salão de beleza

0
353

Caso foi debatido durante o “Programa do Jô” da noite desta terça (04)

O Palácio do Planalto abriu concorrência para um salão de beleza ocupar duas salas no térreo, localizado em Brasília (DF). O assunto foi noticiado pelo jornal Folha de S. Paulo em outubro e entrou novamente em pauta no quadro “Meninas do Jô”, do programa do apresentador Jô Soares da noite desta terça (4).

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, a empresa que vencer a licitação vai atender servidores da Presidência da República e funcionários terceirizado e deverá pagar R$ 295 por mês peimageslo espaço. Barbeiros, cabeleireiros, manicures e depiladores terão que ir a gabinetes para servir autoridades como presidente, vice, ministros e embaixadores.

“A questão é o recado que você dá para a sociedade. Qual é a necessidade de se ter um Salão de Beleza dentro do Palácio do Planalto?”, criticou a jornalista Cristina Serra no “Programa do Jô”, da TV Globo. Por outro lado, Cristiana Lôbo, comentarista da GloboNews e também convidada do programa, defendeu a licitação. “Isso sempre existiu no Palácio, só que antes era feito por militares”, lembrou.

Segundo a publicação, o corte de cabelo não deve passar de R$ 16,42, de acordo com a licitação. A Presidência estima que serão 140 cortes masculinos e 20 femininos por mês. Para aparar o bigode, o preço deve ser de até R$ 5 e o serviço será executado três vezes por mês.

Foto: Divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here