Padre baiano é vítima de racismo e fiéis lançam campanha em solidariedade

Padre baiano é vítima de racismo e fiéis lançam campanha em solidariedade

0

Em áudio, sacerdote é caracterizado como “negão embaçado”

Em forma de solidariedade, diversos fiéis católicos se uniram em campanha contra o racismo nesta semana. Isto porque, o padre Gilmar Assis, transferido para a cidade de Serra Preta há cerca de três meses, foi vítima de injúria racial em áudios que circulam pelo WhatsApp.

“Tá sabendo que agora em Serra Preta na paróquia botaram um padre, um ‘negão embaçado’? Não é porque é negão não, mas pense num padre burro, num animal”, diz trecho do áudio.

Diante da atitude preconceituosa, moradores do município e de Feira de Santana, onde o sacerdote trabalhou por seis anos, lançaram a hashtag #SomosTodosPadreGilmar.

Através de nota, a Prefeitura de Serra Preta também repudiou as ofensas proferidas contra o líder católico: “Prestando apoio e solidariedade ao Padre Gilmar, que tem desempenhado seu papel com o máximo de dedicação e responsabilidade para com os fiéis católicos de Serra Preta”, consta o texto.

NOVO SITE
PUBLICIDADE

Sem cometários