Operação Malloy combate fraude em benefícios nas cidades do interior da Bahia

0
450
A Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista, juntamente com o Ministério da Previdência Social, deflagrou nesta terça-feira (28) a Operação Malloy, a qual desarticulou grupo criminoso que se utilizava de sindicatos rurais para fraudar benefícios previdenciários, em especial aposentadoria rural.
Foram cumpridos um mandado de prisão, 11 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva, dentre outras medidas, nas cidades de Vitória da Conquista, Anagé, Ituaçu e Barra da Estiva, tendo como foco principal os Sindicatos dos Pequenos Produtores Rurais das respectivas cidades e seus representantes, além de servidor(es) do INSS.
O modus operandi consistia na emissão fraudulenta de Declaração de Atividade Rural (de responsabilidade dos sindicatos), montagem de documentação falsa, além de orientação aos requerentes e testemunhas de como estes deveriam se portar ao requererem os benefícios indevidos.
Os envolvidos irão responder por diversos crimes, dentre eles falsidade ideológica, estelionato, falsificação de documentos públicos e privados, além de associação criminosa (arts. 288, 297, 298, 299 e 171, todos do Código Penal), com penas que, se somadas, podem chegar a mais de 19 anos de reclusão.
Foram empregados na Operação o efetivo de 46 Policiais Federais e oito servidores do Ministério da Previdência. Registra-se ainda a participação da Gerência Executiva do INSS em Vitória da

Conquista/BA, auxiliando nas investigações.
O nome da Operação (“MALLOY”) é uma alusão a um personagem de um filme da década de 50, que retratava um dirigente de sindicato envolvido em práticas ilícitas, que se utilizava da pessoa jurídica do sindicato para angariar vantagens pessoais indevidas, fazendo do sindicato um verdadeiro “balcão de negócios” escusos.
Fonte: PF Bahia
Foto: Divulgação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here