Mãe e filho apaixonados pedem doações para pagar advogado e evitar prisão

Mãe e filho apaixonados pedem doações para pagar advogado e evitar prisão

0

Mãe e filho, os norte-americanos Monica Mares, de 36, e Caleb Peterson, de 19 anos,geraram polêmica após se assumirem como um casal. Moradores do Novo México (EUA), os dois foram indiciados por incesto e serão julgados separadamente nas próximas semanas – ele, em 25 de agosto; ela, em 16 de setembro – e proibidos de manter contato.

Monica e Caleb correm o risco de serem condenados a até 1 ano e meio de prisão e multa de US$ 5 mil. Dispostos a evitar isso, eles lançaram uma campanha de arrecadação no site GoFundMe para contratar um advogado experiente. Eles pretendem conseguir US$ 25 mil (cerca de R$ 80 mil).

Segundo o Daily Mail, Monica deu à luz aos 16 anos e, pouco tempo depois, entregou o garoto para a adoção. Anos depois, mãe e filho se encontraram no Facebook. Eles marcaram um encontro e, segundo ela, foi “quase amor à primeira vista”.

“Ele estava chorando e me abraçou”, relembra ela ao jornal britânico. “Foi quase amor à primeira vista, mas primeiro foi amor de mãe. Ele me deu um abraço de filho. Ele veio para casa em um caminhão e começou a morar comigo, e éramos felizes como mãe e filho”.

(Foto: Reprodução/Daily Mail)

Depois de um tempo, os dois começaram a sentir atração física um pelo outro. “Na primeira vez,  demos as mãos e acabamos nos beijando. O beijo levou a outras coisas. Não acho que isso teria acontecido se ele tivesse ficado comigo toda a vida dele”.

Os dois alegam que o envolvimento sexual é causado por uma condição chamada atração sexual genética. Por esse motivo, eles acreditam que o relacionamento deveria ser legal perante a Justiça. 

(Foto: Reprodução/Daily Mail)

Sem cometários

Resposta

doze − 8 =