Lojas remarcam preços de produtos e aumentam descontos na Liquida Bahia

Lojas remarcam preços de produtos e aumentam descontos na Liquida Bahia

0

Os últimos três dias para o final da Liquida Bahia reduziram ainda mais as faixas de descontos dos produtos em oferta até o dia 11 (segunda-feira). O CORREIO foi às ruas e encontrou produtos que caíram 46% quando a campanha começou e que agora estão com desconto de 70%, como o macaquinho feminino na loja IO do Salvador Shopping.

O preço do vestido feminino na Hering do Salvador Norte Shopping também caiu duas vezes. Se com o desconto de 41% o preço do vestido feminino a R$ 119,99 já era bom, ficou melhor ainda com a nova redução, que chega 66%, levando o valor do produto a R$ 39,99 (veja mais ofertas no boxe ao lado).

A campanha animou tanto o comércio que 280 lojistas resolveram aderir à Liquida mesmo depois de a campanha ter sido iniciada. Das novas adesões, 10% foram realizadas nas últimas 48 horas.

Segundo o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL-BA), Antoine Tawil, a Liquida  movimentou até agora mais de R$ 200 milhões em vendas em todo o estado, e a expectativa é que, até segunda, o montante seja superior aos R$ 320 milhões previstos inicialmente. “Acreditamos que vamos chegar a R$ 350 milhões em vendas”.

RTEmagicC_liquidanaliquida2.jpgCom a adesão de outras lojas, aumentou a concorrência pelo consumidor, o que levou o lojista a apostar no preço para vencer a disputa. Afinal, o que leva o cliente a entrar na loja é o tamanho do desconto, como assegura a   subgerente da  His do Shopping do Piedade,  Michele Lino. “Aumentamos os descontos para reduzir os estoques e funcionou. Muitos clientes entravam na loja focados nas promoções da campanha”, diz ela, que reduziu a calça jeans de R$ 179 para R$ 149 e, depois, para R$ 79.

Celular
Também teve desconto em cima de desconto nas Lojas Guaibim. Um dos produtos que ficaram ainda mais barato foi o celular Lenox EX 903, de R$ 109 para R$ 99 e agora paraR$ 89. Durante a Liquida Bahia, a empresa está parcelando todas as compras em até 12 vezes sem juros em todos os cartões.

“A campanha está nos ajudando bastante. Junho foi um mês fraco e desde que começou a Liquida, tanto o fluxo na loja e o volume de vendas aumentaram bastante”, pontua Anderson Malaquias, gerente da unidade da marca na Avenida Sete.

O preço baixo fez com que a pensionista Neide de Jesus comprasse dois celulares, que custaram no total R$ 589,90. “Estou levando o mais baratinho só para fazer ligações e um outro para usar o WhatsApp. Achei que os dois estão com preço bom”, conta.

Vendas aquecidas
Outro item que ficou ainda mais barato nos últimos dias da campanha foi a sandália rasteira vendida na Dinni Calçados da Avenida Sete, cujo preço inicial era R$ 29,90, caiu para R$ 19,90 e, desde a última quarta, está saindo por R$ 10. “A gente percebe que com a Liquida o consumidor está mais motivado. Só ontem, vendemos 80 pares da rasteira”, comemora o gerente da loja, Márcio Braga.

A turismóloga Irene Vilas Boas constatou que o desconto oferecido deixou a sapatilha que queria comprar mais em conta. “Já estava pesquisando e vou levar. Custava R$ 40 e agora está por R$ 34”.

Para o presidente da FCDL, Antoine Tawil, o gás que a promoção está proporcionando ao varejo nestes 12 dias  aponta para uma reação positiva do comércio no próximo semestre. “As pessoas circulam mais e tudo isso gera um movimento muito bom para o setor após amargar tantas quedas de faturamento por conta dos efeitos da crise”.

Na loja de calçados Pé a Pé, do Shopping Piedade, a expectativa é que no último final de semana da promoção as vendas na loja possam aumentar mais ainda. Por isso, os preços ficaram bem mais competitivos para atrair o consumidor. “Começamos a Liquida com uma média de 30% no desconto dos produtos e agora já tem itens com redução de 50% ou até 60%”, afirma o gerente, Alan Mendes.

Segundo ele, as vendas cresceram em até 15% durante a campanha e a expectativa é que aumentem nos últimos dias. Um desses produtos é o tênis masculino Kildare, cujo preço original era R$ 209 e ficou com desconto para a Liquida por R$ 159,90 e agora foi remarcado para R$ 59,90.

Governo parcela ICMS para lojistas na Líquida
Os varejistas que participam da Liquida Bahia terão prazo especial concedido pela Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) para recolher o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O tributo referente ao mês de julho poderá ser pago em duas parcelas, com vencimentos em 9 de agosto e 9 de setembro. O decreto que trata do parcelamento, publicado no  Diário Oficial do Estado no início da semana,  deve comtemplar pelo menos 7.480  pontos de venda.

Segundo  o diretor de tributação da secretaria, Jorge Gonzaga, o comércio responde por 20% da arrecadação de impostos. “Quando o comércio vai bem, a arrecadação vai bem também, por isso o estado apoia a Liquida como um estímulo ao varejo baiano, principalmente neste momento da economia”, pontua.

Fonte e fotos: Correio da Bahia

Sem cometários