“Foi acidental”, diz adolescente acusado de matar garota

0
345

 

Paloma foi morta com um tiro de espingarda que atingiu no pescoço numa fazenda de propriedade do pai do suspeito durante o encontro de cinco adolescentes

Uma nova manifestação realizada na manhã da última segunda-feira (6) marcou o pedido de justiça pela morte da jovem Paloma Moura Barreto, 13, assassinada no último dia 27 por um adolescente de 15 anos durante um encontro entre jovens. A manifestação se formou após a informação de que o suspeito de cometer o crime iria se apresentar na delegacia da cidade.

 Por conta da notícia, amigos e familiares da garota bloquearam a BA-052 (Estrada do Feijão) ateando fogo em pneus e galhos de árvores impedido à passagem de veículos por cerca de três horas. Em seguida, a multidão caminhou pelo distrito do Bravo, no município de Serra Preta, com gritos de ordem pedindo paz e justiça.

Na última quinta-feira (2), moradores do distrito realizam um protesto na BA-052 buscando agilidade da Polícia Civil em apurar o caso, já que o principal suspeito havia deixado a cidade. A manifestação contou com jovens que se sentem inconformados com o crime.

 Paloma foi morta com um tiro de espingarda que atingiu no pescoço numa fazenda de propriedade do pai do suspeito durante o encontro de cinco adolescentes, três garotos e duas garotas – com idades entre 13 e 15 anos. Ela chegou a ser socorrida por dois jovens que estavam no encontro, mas morreu dias após no Hospital Estadual da Criança (HEC).

Apresentação

 O adolescente acusado de atirar na garota se apresentou ontem no município de Anguera. Por conta da manifestação, o advogado constituído para a defesa do garoto e a Polícia resolveram mudar o local da apresentação para preservar a integridade física do menor, já que a população de Serra Preta está revoltada com o crime.

 Ele foi ouvido pelo coordenador regional de polícia, Ricardo Brito, e alegou que o tiro foi acidental. O menor disse ainda que não tentou praticar sexo com a vítima e que ela não era sua namorada. Após o depoimento o garoto foi liberado. A Polícia pode pedir a busca e apreensão do suspeito já que é menor de idade.

Crédito: Mário Sepúlveda/FE
Fonte: FOLHA DA BAHIA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here