Com dólar em alta, pão francês ficar cerca de 10% mais caro

0
772

Brasil produz apenas metade do trigo usado e importa o resto que usa

O ano começou com aumento no preço de vários itens importantes pro bolso do brasileiro. Depois do reajuste da conta de luz e do aumento combustíveis, a inflação chega agora à mesa do café da manhã. O pão francês vai ficar mais caro.

E esse reajuste tem tudo a ver não apenas com os reajustes da energia, mas também com a alta do dólar. É que o Brasil produz apenas metade do trigo usado para produzir pães, massas e biscoitos consumidos pelos brasileiros. O resto é importado e – portanto-  diretamente afetado pela valorização do dólar.

Mas é bom preparar o bolso. O pão nosso de cada dia é o próximo item que vai ficar mais caro para o consumidor. Deve aumentar entre 8% e 10%. E não é só o francês. O pão doce, o de forma, o biscoito, os bolos, as massas. Tudo o que leva farinha de trigo deve subir de preço porque metade do trigo que a gente consome no Brasil é importada. E os preços são diretamente afetados pelo dólar, que já subiu 24% este ano.

Por enquanto, os moinhos que fornecem a farinha para a indústria ainda não repassaram o aumento, o que deve ocorrer nos próximos dias. Para dar uma ideia do impacto desse aumento no dia a dia do brasileiro, somos o segundo país que mais consome biscoitos no mundo e o terceiro no consumo de massas.

Redação VN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis + um =