Com 3 anos e 70 quilos, garoto luta pela vida e por chance de fazer exame

0
468

Josiane de Jesus, mãe de Misael, vive um drama com seu filho de apenas três anos. “Ele pede colo ainda, mas não posso dar”, conta ela. Isso porque a criança, apesar da pouco idade, já pesa 70 quilos. De acordo com a mãe, ele engorda cerca de três quilos por mês e a suspeita é de uma síndrome ainda não diagnosticada. Sem dinheiro, a família, que vive no Espírito Santo, aguarda autorização para realizar os exames necessários de graça.

“Ele engordava 300 gramas por mês, que é mais do que o esperado. Os médicos alertavam, mas eu dizia que não estava dando nada do que ele não poderia comer. Com um aninho, ele engordava cerca de três quilos por mês e não parou mais”, afirmou Josiane em entrevista ao portal G1.

Além do preço do exame – cerca de R$ 1 mil, segundo a mãe – Misael precisaria também ir até outro estado para realizar os procedimentos devidos, já que eles não podem ser feitos no estado. “O pedido do exame está Secretaria de Saúde há mais de um mês e ainda não recebemos resposta”, diz ela.

O exame em questão seria uma pesquisa molecular por síndrome de Prader Willi. Os médicos afirmam, para a maior preocupação de Joseane, que se o exame não for realizado logo, o tratamento será dificultado e os riscos de Misael morrer aumentam. Por conta do excesso de peso, ele tem dificuldades para andar, levantar e respirar.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, onde vive a família, afirma que já encaminhou o pedido de exame aos responsáveis, que por sua vez dizem que o processo de compra está em andamento e deve ser realizado até o fim de setembro.

Por: Redação Yahoo
Foto: Reprodução

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here