Atrás de Minas, Bahia ocupa segundo lugar com cerca de 600 mortes em estradas

0
398

Em 2015, 641 baianos perderam a vida nas estradas. Com esse número, a Bahia ocupa o segundo lugar no Brasil, em mortes provocadas por acidentes nas rodovias federais. O estado ficou atrás apenas de Minas Gerais, com 961 casos, seguido por Paraná, que registrou 584 mortes e Santa Catarina, com 461. Os dados foram disponibilizados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) a partir de um levantamento feito pela empresa Volvo.

Em todo o país, 1.203 pessoas morreram por conta de distrações ao volante e, segundo o estudo, a falta de atenção foi apontada como principal para esses registros. Os frequentes acidentes são provocados também pelo excesso de velocidade e a ultrapassagem indevida. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal na Bahia (PRF-BA), os casos mais violentos, envolvem motoristas que dormiram no volante, estavam acima da velocidade, embriagados ou com problemas no veículo.

Com o grade volume de veículos de carga e carros pesados que circulam diariamente nas vias, a BR-324 lidera no número de ocorrências, mais que as BRs 101 e 116 – que possuem o histórico de acidentes mais violentos. Para a PRF-BA, o estado ficou em destaque no ranking porque possui malha viária maior que a de outros estados e ainda serve de ligação entre diferentes regiões do país.










Foto: Tácio Moreira / Metropress
Fonte: Metro 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dez − 10 =