212 pessoas são identificadas com HIV em distrito onde médico é acusado de espalhar vírus

0
265

Informações foram divulgadas neste sábado (10) por autoridades da Camboja

Autoridades de saúde do Camboja e agências de saúdeinternacionais, incluindo a Organização Mundial de Saúde e a ONU AIDS, divulgaram que 212 aldeões foram encontrados infectados com HIV em distrito onde um médico não licenciado foi acusado de assassinato sob a suspeita de espalhar o vírus com equipamento contaminado.

No último mês de dezembro, o médico foi acusado por promotores de assassinato após a disseminação do vírus causador do AIDS ficar conhecida. Após o fato vir à tona, autoridades testaram um total de 1.940 pessoas no distrito na província de Battambang, no noroeste do país, onde o médico tratava pacientes e descobriu que 212 moradores do lugar haviam contraído o vírus.

O governo e as agências de saúde divulgaram o comunicado com as descobertas neste sábado (10). Entretanto, o médico não foi mencionado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here